HQ Arte


 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Há mercado para erótico?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tonon



Mensagens : 49
Data de inscrição : 02/03/2008
Localização : Santo André - SP

MensagemAssunto: Há mercado para erótico?   Qui 17 Abr 2008, 17:24

O título já disse tudo. Há mercado para quadrinho erótico no Brasil?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anderson Cossa
Admin
avatar

Mensagens : 95
Data de inscrição : 15/02/2008
Localização : Cambé/Londrina Pr

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Qui 17 Abr 2008, 19:30

Acho que os quadrinhos nacionais partem muito pra pornografia mesmo! Nunca houve um naipe do tipo europeu, como o Manara e o Serpiere. Acredito que aja muita revista pornografica por aí ainda, mas erótica de qualidade? Não que eu saiba! Sei que artistas como Flávio Colin, Mozart Couto, Watson Portela e Julio Shimamoto, fizeram um material muito bom antigamente. Mas acho que espaço sempre tem. Afinal, sexo é algo que com certeza vende! Só é preciso criar histórias com conteúdo. Um pouco de nossa história ali e acolá entre as cenas picantes! Sei lá? É o que eu acho!

Saiu hoje no universo Hq, uma materia falando do trabalho do Laudo. A Tianinha que é sua personagem, é erótica. Acredito que ele saiba mais sobre esse mercado.

O link do UHQ: http://www.universohq.com/quadrinhos/2008/n17042008_07.cfm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://andersoncossablog.blogspot.com
Rai

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/02/2008

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Sex 18 Abr 2008, 18:15

Acho quadrinhos eróticos vende. Mas eu acho que Serpiere faz pornô também. Com uma história legal e um desenho espetacular!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DZA

avatar

Mensagens : 49
Data de inscrição : 02/03/2008
Idade : 38
Localização : Minas Gerais

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Sab 19 Abr 2008, 01:12

Cara boa pergunta... acho que pornografia se vende sozinha. Sempre tem espaço...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tonon



Mensagens : 49
Data de inscrição : 02/03/2008
Localização : Santo André - SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Sab 19 Abr 2008, 18:46

Rapazes, como eu posso separar com clareza pornografia de erotismo, em se tratando de quadrinhos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anderson Cossa
Admin
avatar

Mensagens : 95
Data de inscrição : 15/02/2008
Localização : Cambé/Londrina Pr

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Dom 20 Abr 2008, 11:00

Erótico é o que provoca amor ou desejo sexual, e pornográfico é mais pro lado da luxúria, libidinagem e... sacanagem! geek
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://andersoncossablog.blogspot.com
Rai

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/02/2008

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Dom 20 Abr 2008, 13:22

Quando alguém faz uma obra mais leve em termos sexuais diz que é erótico ou sensual, mas na minha opinião pornô e Erótico tem a mesma finalidade: Provocar o desejo em quem está lendo. Uma história normal cujo enfoque não é o sexo não pode ser chamada de pornô nem erótica. Algumas Hqs utilizam o sexo como parte da trama como é o caso da história Do Vander Antunes: A Boa sorte de Solano Rodriguêz. mas essa história não tem a finalidade de provocar excitação, portanto não é nem pornô nem erótica. Outro dia ouvi uma dançarina de axé dizer que tiraria fotos nuas na playboy e não na Sexy porque a Playboy eram mais "artísticas". Peraí, mas a dança que elas fazem nos Tchans da vida são Artísticas? Qual a finalidade da Playboy e da Sexy? Ou a revista Buttman? Pra mim é a mesma. Acho que é muito sútil a diferença entre porno e erótico. Acho que as editoras de acordo com a conveniência definem o que é pornô e erótico ou "nu artístico".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tonon



Mensagens : 49
Data de inscrição : 02/03/2008
Localização : Santo André - SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Qua 30 Abr 2008, 07:07

Lúcido! Tem razão.
É como a personagem Seijuurou Hiko diz na série Samurai X: "Não importa o quanto se enfeite e se fantasie com filosofias e rituais, a arte da espada tem como objetivo último trucidar pessoas."
O erotismo ou pornografia tem por objetivo excitar pessoas, não importa o quanto se enfeite. Se o faz, ele (ela) é bem sucedido. Nesse ponto as fotos "artísticas" da Playboy deixam algo a desejar, na minha opinião. Acho que muito Photoshop em suas meninas (antigamente era muito aerógrafo).
Fico pensando no quanto se pode avançar. Até quanto se pode ser agressivo numa história, sem cair no absoluto mau gosto.
Eu da minha parte não poderia avançar muito. No fundo, no fundo, eu devo ser um puritano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LAUDO

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 26/02/2008
Idade : 53
Localização : São Paulo/SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Ter 06 Maio 2008, 08:24

Olá, pessoal.

Uma coisa curiosa é a rapaziada associar meu nome diretamente ao gênero de quadrinhos eróticos, embora eu sempre venha fazendo outras coisas. Mas é óbvio e não posso ser tolo em saber que isso muito se deve pela personagem Tianinha.

A questão do quadrinho erótico ou pornô no Brasil tem alguns seguimentos que podemos até estender mais aqui, pois o assunto é pertinente.

-Uma primeira questão é o certo preconceito que a turma tem em produzir esse gênero de hq's julgando não estar se fazendo quadrinhos de boa qualidade ou mesmo o "quadrinho arte". Não quero questionar aqui, pois cada um tem seu ponto de vista. Porém é importante frizar que o quadrinho erótico/pornô pode ser um perfeito experimento, um perfeito treino para que o desenhista teste sua capacidade, procurando criar sensações para o seu possível leitor. Digo isso naquela questão básica mesmo de desenhar cenas sensuais, mulheres e mesmo homens sexys.

A rapaziada fica muito, mas muito presa nos padrões de sensualidade que vêem nos comics de heróis e mesmo os padrões de masculinidade. Vocês mesmo citam Serpieri e há também o Manara que trazem uma linha européia onde eles aproximam mais aindfa as figuras dentro de uma possibilidade mais realista e consequentemente mais real.

-Outra questão, os temas a serem abordados. Em muitos casos, os assuntos das hq's pornôs e eróticas nacionais que se vê por aí ainda insistem em cair em temas jocosos e super-híper batidos, quando na realidade pode se cair em outro tipo de história e mesmo assim mantendo o humor e o erotismo/pornografia.

Dou, se me permitirem, dois exemplos meus: o primeiro é a série da Tianinha, já há oito anos sendo publicada na revista masculina "Total", oito anos ininterruptamente. Foram quase cem histórias da personagem feita. Três edições especiais que venderam uma média de 25 mil exemplares cada.
Inicialmente os editores da revista "Total" me passavam os assuntos a serem abordados e aí é que entra a questão que comentei a pouco, eles queriam que eu fizesse histórias da Tianinha transando com "entregadores de pizza", "motoboys",com "tios", aquela sacanagem mais que batida.
Enfim, isso, durante dois anos foi feito, óbvio pois cumpria metas estabelecidas pelo cliente, embora a personagem fosse minha, porém, à partir do momento em que eu comecei a perceber que a personagem havia ganho um certo gosto popular e isso foi descoberto na internet, aos poucos comecei a tomar as rédeas da personagem e aos poucos fui armando um jeito diferente de contar as histórias. E assim foi e é até hoje e isso só ajudou a consolidar a Tianinha, ao ponto dos fãs da personagem acharem e acredito que ainda achem que ela é uma pessoa verdadeira.

Outro exemplo é a série que fiz durante dois anos e meio "Debi e Mônica" para a revista "Sexo e Êxtase" da editora Gênero. Nesse caso, como tinha um maior acesso à redação e consequentemente ao editor que é muito amigo meu, pude criar a série dando asas à minha imaginação e juntando muita coisa meio non-sense com humor escrachado.
Mais uma vez a série funcionou e vinha funcionando junto aos leitores. Sò não foi mais adiante pelo cancelamento da revista, pois a Editora Escala (do qual a Gênero) faz parte vem mudando aos poucos sua linha de publicação.

Voltando a falar na Tianinha, durante esses oito anos, muita coisa foi feita com a personagem, mesmo em histórias curtas: ela casou com um milionário, viajou pelo Brasil todo, perdeu a memória, teve histórias baseadas no folclore, foi sequestrada, enfrentou sósia, ficou viúva e pobre, na miséria, enfim, muita coisa, além de um razoável time de personagens secundários.

Tudo isso que venho passar para vocês é uma idéia de possibilidades diferentes de se fazer quadrinhos eróticos/pornô e justamente assumindo uma postura criadora, porém preocupada em divertir o leitor, apresentando algumas coisas "diferentes" do que ele está costumado a ler.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.estudiobandadesenhada.com.br
Rai

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/02/2008

MensagemAssunto: Mercado   Qui 08 Maio 2008, 07:12

Nunca li a revista da tianinha, mas deve ser bem legal. Vou tentar achar nas bancas. Realmente eu fico feliz em saber que tem alguém conseguindo fazer quadrinhos no Brasil de forma tão regular e que fuja de turma da monica e quadrinhos para os americanos. Não tenho nada contra esses, até porque já trabalhei para o Mauricio de Souza e é um emprego como qualquer outro. Seja hq de humor, aventura ou erótico eu acho que o que o leitor espera é achar uma boa história. Se isso acontecer ele com certeza volta no mes seguinte para comprar a revista de novo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LAUDO

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 26/02/2008
Idade : 53
Localização : São Paulo/SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Sex 09 Maio 2008, 05:19

Legal, Rai.

Reiterando: as histórias da Tianinha saem mensalmente na revista "Total" que é uma revista masculina no tamanho formatinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.estudiobandadesenhada.com.br
Tonon



Mensagens : 49
Data de inscrição : 02/03/2008
Localização : Santo André - SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Ter 20 Maio 2008, 16:15

Quando eu penso em personagens de uma história erótica, penso em "pessoas" que serão usadas durante 10 ou quinze páginas e depois serão descartadas e esquecidas.
A Tianinha quebra totalmente essa minha linha de raciocínio (ou de cegueira), pois como o Laudo disse, ela está aí a 8 anos.
Será que eu vou ter de contradizer o que disse semanas atrás, quando afirmei que o importante era a história ser sexualmente excitante e o resto era supérfluo?
Vou ter sim! A história importa.
Mas numa história de digamos, 22 páginas, com personagens tridimensionais e uma situação interessante, quantas páginas de sexo seria adequado? Ou isso é bobagem e não existe necessidade de um equilíbrio?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LAUDO

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 26/02/2008
Idade : 53
Localização : São Paulo/SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Ter 20 Maio 2008, 22:51

Oi, Tonon.

He...
olha, acho que de certa forma, te contradizer sim. Mas na boa...rs...

A Tianinha nesse longo tempo de oito anos, 100 hq's feitas agora na edição de junho, passou inicialmente pela coisa da personagem descartável. Isso até já andei contando muito em entrevistas que dei para sites de quadrinhos e programas de hq na net. Com o passar do tempo, à partir do momento que descobri que a personagem tinha um público e esse público era realmente fã da loirona, comecei a tomar a rédea da personagem.
Hoje, tenho total liberdade de contar suas histórias. Mesmo tendo mensalmente um limite de 04 páginas, consigo contar algo.
As histórias da Tianinha hoje, embora comecem e acabem, possuem uma continuidade.
Tô focado nesse ano de 2008, por exemplo, em mostrar algumas significativas transformações na vida dela. Algo que começou em janeiro e vem se estendendo até agora.
A personagem de certa forma vive, tem seu ritmo e cumpre por outro lado, sua função de entreter a rapaziada que curte ver um quadrinho erótico.

Não sei, porém, se a fórmula da Tianinha coseguiria se repetir dentro de uma outra revista, numa proposta de outro desenhista, realmente não sei te dizer, acredito que há muitos fatores que influem na personagem ter caído no gosto popular.

Mas por outro lado acredito que ela mostra que há possibilidades de se fazer quadrinho erótico divertido, para entreter, porém saindo do lugar mais que comum que muitos por aí insistem em fazer até por insistência editorial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.estudiobandadesenhada.com.br
LAUDO

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 26/02/2008
Idade : 53
Localização : São Paulo/SP

MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   Ter 20 Maio 2008, 22:55

ainda...

vale dizer, Tonon, que atualmente há muitas hq's da Tianinha que foram feitas que não existem seqüencia de sexo (no caso de suas hq's o sexo não é explícito). A personagem é erótica, po´rém dispensa cenas de sexo em todas as suas histórias.
Acredito que o leitor compra isso na boa, pois ele curte é ler as histórias da "loira safada" independente se tem sexo necessariamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.estudiobandadesenhada.com.br
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Há mercado para erótico?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Há mercado para erótico?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mercado para drag star
» kit turbo tiida
» Ainda existe mercado para a versão antiga do Chery QQ!!
» Acessórios para o Novo Ka no mercado livre
» Óleo semi-sintético ou 100% sintético para a SLK Kompressor?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
HQ Arte :: MURAL HQ ARTE :: QUADRINHOS NACIONAIS-
Ir para: